Pra se conectar

Tipos de pai: como o seu lida com a tecnologia?

Compartilhar
Tipos de pai: como o seu lida com a tecnologia?

Tipos de pai: como o seu lida com a tecnologia?

Publicado em 01 de agosto de 2018

Se existe algo clichê no choque de gerações é o modo como cada uma delas interage com as novas tecnologias. Bem, existem vários tipos de pai, mas será que o seu é daqueles que não dispensam o uso da tecnologia ou daqueles que preferem ficar longe dela?

O que fazer quando os pais não sabem lidar com as novidades tecnológicas? Uns se adaptam facilmente, outros até tentam, com alguns tropeços, e existem aqueles que definitivamente se tornaram fãs de tecnologia, talvez até mais do que os próprios filhos.

Descubra agora qual é o tipo do seu do pai , e veja dicas de como ensinar o seu “velho” a utilizar a tecnologia. E, se você já é pai, não deixe de ler esse post também. Será que você já ficou pra trás? 😱

Como identificar os tipos de pai

Responda às perguntas abaixo e descubra o grau de intimidade tecnológica do seu pai. Vamos lá?!

1. Ele reclama que a tecnologia dificulta a vida?

via GIPHY

Essa é uma característica do chamado “pai dinossauro”, aquele que sempre precisa de ajuda dos filhos na hora de usar alguma tecnologia. Daqueles que não sabem nem apertar o “power“.

Apesar de ser um comportamento parcialmente positivo, uma vez que esse tipo não recebe reclamações por estar muito tempo no celular ou computador. Atualmente é complicado viver com um grau de co-dependência tecnológica nesse nível.

É importante que ele se esforce para se inteirar sobre as novas tecnologias e você pode ajudar! Busque alguma atividade que ele goste e mostre as facilidades que pode ter com dispositivos. Podem ser apps, jogos etc. Assim, vocês ainda conseguem passar mais tempo juntos e se divertir.

2. Ele está sempre comprando novos produtos?

Essa é uma característica do “pai entusiasta”, aquele que se mantém atualizado sobre as novidades do mundo tecnológico, mas logo deixam o novo dispositivo de lado.

Esse pai tem de tudo: smartphone de última geração, tablets, notebooks, dezenas de aplicativos, etc. Justamente por querer sempre adquirir novos produtos, acabam entregando os “antigos” aos filhos, que se tornam beneficiados. Entretanto, é preciso ter cuidado com o uso exacerbado e o extremo consumismo.

3. Ele é dependente de tecnologia?

Esse é o tipo de pai “dependente”, pois inseriu tecnologias em seu cotidiano a tal ponto que não sai nem até a esquina sem alguma delas.

É o primeiro que saca o smartphone para fazer vídeos, coloca tudo sobre a sua vida em redes sociais (inclusive aquela sua foto aos 15 anos super constrangedora e que, se você pudesse, apagaria aquele momento da sua história sem dó), e está sempre digitando.

Embora seja bacana ter um pai integrado, é preciso lembrar de aproveitar também os momentos da vida sem precisar ficar registrando tudo. Busquem fazer mais atividades externas ou ir ao cinema. Atualmente, existe uma tendência cultural em alguns países de passar um tempo em casa completamente desplugado, como durante o jantar ou ao assistir um filme, por exemplo.

4. Ele possui regras em relação ao uso?

Esse tipo de pai é o “moderado”, pois tem regras claras em relação ao uso da tecnologia: só para o estritamente necessário. Dificilmente você encontrará esse pai teclando com frequência ou passando um jantar com um celular em mãos.

O pai Yin e Yang é um dos mais harmoniosos, afinal de contas, como sabem, para tudo na vida, o ideal é o equilíbrio.

5. Ele gosta das tecnologias se forem educativas?

É o tipo de “pai exemplo”, pois usa a tecnologia primariamente como método de ensino ou exemplo para os filhos. Está sempre buscando aplicativos que possam contribuir com o raciocínio, aprendizado, memorização, organização, esse tipo de coisa.

Como ensinar pais a usarem a tecnologia

via GIPHY

Se o seu é daqueles que não manja de tecnologias, porém quer se inteirar melhor sobre elas, está na hora de você começar a ensiná-lo.

Como já mencionamos, tente associar os interesses dele a algum aplicativo ou dispositivo e mostre as facilidades que pode conseguir utilizando-os. Você pode apresentar apps que facilitem seu dia a dia, seja no trabalho ou para algum hobby que ele tenha. Mostre também, que, apesar de parecer chato conversar com pessoas a distância, ele pode interagir com parentes e amigos de infância e buscar aqueles que não vê há muito tempo nas redes sociais.

Reserve um tempo para explicar como tudo funciona, e sem preguiça! Como ligar o aparelho, funcionalidades, principais vantagens, privacidade etc. Por fim, verifique se ele tem alguma dúvida, sobre “como subir arquivos na nuvem” ou “como tirar print da tela do celular”, por exemplo.

Dicas de presentes tecnológicos

Temos algumas sugestões de presentes para quem tem pais que gostam de estar em dia com as últimas novidades do mundo da tecnologia. Será que o seu gostaria de algum?

Smartwatch fitness

Existem smartwatches focados na prática de exercícios físicos, que monitoram a saúde do usuário durante a prática esportiva (batimentos cardíacos e gasto calórico).

Wi-Fi em qualquer lugar da casa

É interessante dar um amplificador de sinal de Wi-Fi portátil, pois ele é leve, útil, e pode ser pareado com o roteador em qualquer lugar.

Cada pai tem um jeito próprio de lidar com tecnologias. Existem aqueles que não vivem sem, e outros só usam se for realmente necessário. De qualquer forma, é bacana que ele saiba como funcionam, pois nosso cotidiano é cada vez mais conectado a elas.

E aí? Seu pai se encaixa em algum desses perfis? Compartilhe este texto nas suas redes sociais e discuta com seus amigos sobre tecnologia! E, claro, não deixe de compartilhar com seu pai, né?!

Assine a nossa newsletter

Receba as melhores dicas pro seu celular, internet e casa. E mais: conteúdos sobre séries e games


Últimas publicações