Pro seu celular

De quantos GB de internet você realmente precisa?

Compartilhar
De quantos GB de internet você realmente precisa?

De quantos GB de internet você realmente precisa?

Publicado em 10 de abril de 2018

As notícias de que o brasileiro já tem no celular seu principal canal de navegação na internet já não espantam mais quem acompanha as estatísticas sobre mobilidade no país. Em 2017, por exemplo, foram mais de 100 milhões de acessos à web por meio da internet 4G.

Ok, todo mundo usando o celular para baixar apps, assistir filmes/séries, ouvir músicas e fazer transações bancárias. Mas será que os brasileiros já sabem como gerenciar seu pacote de dados? Mais do que isso, será que sabemos quantos GB de internet realmente precisamos?

A falta de conhecimento de seu próprio perfil de usuário faz com que muita gente adquira planos inadequados em relação a seu potencial de consumo, tendo que recorrer ao longo do mês a sucessivas compras avulsas que podem comprometer seu orçamento.

Ocorre que, muitas vezes, é mais inteligente adquirir um plano amplo (mas suficiente) do que uma solução paliativa, que vai obrigá-lo a contratar diversos pacotes adicionais nas semanas seguintes, concorda?

Mas antes de chegarmos a esse nível de decisão, vamos entender hoje qual seu perfil médio de consumo mensal. Dá para fazer, e é isso que veremos agora!

Quais são os diferentes perfis de usuários? Em qual você se encaixa?

Segundo o Jornal Gazeta Online, um pequeno vídeo de 15 minutos no Youtube devora cerca de 550 MB de seus dados móveis. Em média, 1 episódio de 20 minutos de sua série preferida no Netflix já é o bastante para abocanhar 1,1 GB de seu pacote de dados; isso sem falar nos games (jogos como Quantum Break são capazes de consumir 65 GB de uma única vez).

Qual desses recursos é o seu Calcanhar de Aquiles? Considerando que a média do brasileiro é de 5 horas de acesso diário à internet, chegamos aos seguintes perfis de consumidores.

O que determina o consumo de dados no smartphone?

Muita gente acha que apenas vídeos e áudios consomem dados. O problema é que, a depender da configuração de seu celular, atualizações automáticas, remessa de fotos e até seus e-mails recebidos podem drenar o GB de internet contratado.

Vamos dar uma olhada na lista dos itens que utilizam dados de sua rede móvel e quanto em bytes sua utilização unitária é capaz de extrair:

Vamos imaginar que você receba 10 novos e-mails por dia, além de mais 5 com anexos; que você visite 10 sites por dia; que poste 20 mensagens em redes sociais, além de 10 fotos diariamente. Por fim, imaginemos que você assista/baixe 30 minutos de séries por dia. De acordo com o simulador Navegar É Preciso (iniciativa das maiores empresas de Telecom do país), você precisaria de um pacote de 9 GB de internet por mês.

Em outra simulação, caso você não seja adepto dos filmes no celular e use a internet apenas para se comunicar pelo WhatsApp (20 postagens de textos e mais 20 fotos por dia), além de acessar as notícias do dia nos portais de internet (20 acessos diários), 1 GB de internet já seria mais do que suficiente.

Caso você queira fazer outras simulações, com base em suas configurações de uso específicas, dê uma olhadinha na página do Navegar É Preciso!

Como gerenciar sua franquia de dados na era do streaming?

O tráfego de dados na rede da Oi, por exemplo, cresceu impressionantes 90,5% entre dezembro de 2015 a março de 2017 (15 meses). Trata-se de uma consequência da expansão da cobertura 4G, da troca cada vez mais clara do PC pelo celular como instrumento de acesso à internet, assim como da utilização de apps mais “pesados” (muitas vezes, de forma inconsciente).

Para você ter uma ideia mais clara do que estamos falando, um levantamento feito pela Avast, em fevereiro de 2018, listou as aplicações que mais consomem recursos do sistema. O chamado “Relatório de Tendências e Desempenho de Aplicativos para Android” colocou os streamings de filmes e música (como Netflix e Spotify), além de redes sociais (como Google Talkback, Youtube, Facebook e Instagram) como os mais famintos do mundo mobile.

Aplicativos acionados na inicialização (muitas vezes, de forma inadvertida) também ajudam a não somente drenar sua bateria, como também engolir seu pacote de dados. Antes de diagnosticar qual seu perfil de consumo, é importante “enxugar” sua tela, deixando na inicialização automática apenas o necessário (fique de olho em aplicativos como Google Maps, Samsung Push Service e Quick Search Box, por exemplo).

Como economizar seu pacote de dados?

Seguem algumas dicas fundamentais para não evaporar seu GB de internet.

Como monitorar o uso de seu pacote de dados?

Ao logar-se com seu CPF e senha na “Minha Oi”, por exemplo, você consegue controlar seus gastos com internet em tempo real. Há ainda softwares que também permitem o monitoramento de rede, como o GlassWire e o Paessler. Até os próprios sistemas operacionais têm softwares nativos voltados a esse monitoramento, como o “Uso de Dados” dentro do menu “configurações” do Android ou o “My Data Manager” do iOS.

Ah, e não se esqueça de desabilitar sua rede móvel sempre que estiver em um ambiente com Wi-Fi, ok?

Com base nesses dados, você já será capaz de entender qual o plano ideal ao seu perfil de consumo por mês e pode aproveitar para escolher entre um dos planos disponíveis do Oi Mais Digital.

Quer receber conteúdos como este? Assine nossa newsletter logo aqui embaixo.

 

Assine a nossa newsletter

Receba as melhores dicas pro seu celular, internet e casa. E mais: conteúdos sobre séries e games


Últimas publicações