Pro seu celular

Como encontrar um celular perdido: confira 6 formas de rastrear o aparelho

Compartilhar
Como encontrar um celular perdido: confira 6 formas de rastrear o aparelho

Como encontrar um celular perdido: confira 6 formas de rastrear o aparelho

Publicado em 09 de fevereiro de 2018

Em tempos em que o celular é quase uma extensão do nosso corpo e que quase todas as nossas atividades diárias dependem desse aparelho, perder um, é uma situação desesperadora. Mas, você sabia que existem dezenas de formas de, não somente bloquear, mas também de rastrear um celular? Vamos apresentar, neste post, 6 ferramentas que podem te ajudar a como encontrar um celular perdido. Confira!

Privacidade no celular: o que você precisa saber pra se proteger

Quais são as alternativas para rastrear um celular?

1. Rastreamento e bloqueio do próprio sistema operacional

Pouca gente sabe, mas os 3 sistemas operacionais mais utilizados no mercado possuem serviços de localização de dispositivos móveis a distância, alteração remota do volume e até formatação do aparelho.

A seguir, vamos ver como Google, Apple e Microsoft conseguem rastrear um celular.

Android

Se seu equipamento estiver vinculado a uma conta do Google, entre nesta página e faça login.

Você verá um mapa, localizado à sua direita; à esquerda, você visualizará uma descrição de seu aparelho; e, abaixo, o comando “entrar em contato com seu dispositivo”. Clique nele, e você verá o posicionamento do seu celular no mapa.

Perceba que esse não é o único recurso fornecido pelo Google para rastrear um celular. Um pouco mais abaixo, há uma opção “reproduzir som”. Clique nesse botão e seu celular vai tocar, em volume máximo, por 5 minutos. Isso acontece mesmo que o aparelho esteja no modo silencioso.

Por fim, a ferramenta ainda consegue bloquear o smartphone a distância, além de exibir um recado para quem encontrá-lo. Essa funcionalidade deixa como única opção disponível ao possuidor de seu gadget ligar para um número adicional informado por você. Excelente, não?

iOS

Mas é evidente que a Apple não ficaria pra trás nesse tipo de comodidade. Seu sistema operacional, o iOS, também possui recursos semelhantes. A única questão é a necessidade de vínculo ao iCloud para que seja possível rastrear um celular.

Quando você acessar a plataforma, a partir de qualquer navegador, será convidado a logar-se para, em seguida, visualizar a opção “Find My Phone”, que também exibe a posição de seu equipamento em um mapa.

É possível travar o dispositivo a distância, enviar uma mensagem com um número de telefone de contato para quem estiver com o gadget, além de, em situações extremas, formatar todo o aparelho, retornando às configurações de fábrica.

Windows Phone

Por fim, temos o Windows Phone, que também possui serviço de localização de aparelho ou, em caso de impossibilidade, a exibição de informações sobre a última data e horário em que o equipamento foi detectado.

2. GPS Tracker

Desenvolvido para Android, o GPS Tracker tem como ponto forte a integração com sua lista de contatos, tornando mais fácil rastrear um celular perdido por seus amigos ou parentes. O app é gratuito, e o posicionamento é dado por GPS.

3. WhereRYu

Aplicativo completo, excelente para localizar celulares ou até pessoas (é isso mesmo!). O WhereRYu tem sido bastante utilizado usado para monitorar a localização de filhos, cônjuges, amigos se aventurando por uma trilha na floresta ou até mesmo funcionários que trabalham em campo. Tudo por meio do monitoramento do smartphone.

Não é gratuito. Permite configurar o rastreamento por meio de seus contatos.

4. Lookout

Mais um app para localização de dispositivos móveis. Assim como seus pares do segmento, o Lookout também permite a configuração de emissão de som a distância, bloqueios e visualização de posicionamento em um mapa. A vantagem é que se trata de um software gratuito!

5. Prey

O Prey é uma solução desenvolvida não somente para rastrear um celular, mas também notebooks. Permite encontrar, travar e recuperar seu dispositivo em caso de roubo ou furto. Trata-se de um software de código aberto, com versões para Mac, Windows, Linux, iOS e Android.

O Prey é leve, não requer muita memória para ser instalado e utiliza tanto GPS quanto pontos de acesso Wi-Fi próximos ao aparelho. Mas a grande virtude desse app é que ele permite tirar fotos de quem estiver com o aparelho (caso o equipamento tenha câmera frontal). Incrível, não?

Além disso, você consegue obter dados da tela a distância a fim de descobrir o que o criminoso está fazendo com seu gadget. Você pode também ocultar ou deletar dados sigilosos!

6. Spyhuman

Mais um app de monitoramento voltado tanto ao mobile quanto aos seus usuários. Assim como o Prey, o Spyhuman não somente é útil para rastrear um celular, mas também para monitorar atividades em mídias sociais utilizadas no equipamento — o que é ideal para controle dos pais.

Vale lembrar, por fim, que a maioria dos aplicativos rastreadores exigem instalação prévia ao incidente, OK?

Não encontrei meu smartphone, o que fazer?

É importante se lembrar de que alguns recursos listados acima dependem, por exemplo, da conectividade com a internet no momento da busca. Caso você não tenha conseguido êxito com os recursos acima, essa pode ser uma explicação.

Mas não se preocupe, há ainda outras estratégias — ao menos no que diz respeito ao bloqueio.

Bloqueio diretamente com a operadora

Inicialmente, você pode solicitar o bloqueio do aparelho diretamente com a operadora.

Esse processo, até algum tempo, exigia a informação do International Mobile Equipment Identity (IMEI ou, em português, Identificação Internacional de Equipamento Móvel), uma sequência numérica única em cada equipamento que a maioria das pessoas não tem.

Atualmente, entretanto, você consegue bloquear seu celular apenas fornecendo o número do telefone. Caso você reencontre seu aparelho, pode recuperá-lo com uma ligação para a operadora.

Bloqueio por meio da polícia civil

Chamado em alguns estados de “block call”, os sistemas da polícia civil da maioria das unidades da federação já possuem ferramentas de integração com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Quando você registra seu boletim de ocorrência (confirmando o roubo ou o furto do equipamento), o órgão policial se encarrega de providenciar o bloqueio de sua linha.

Em alguns estados, há um procedimento padrão junto às operadoras, reforçando a necessidade de travamento de funções. O bloqueio da linha impossibilita a realização de ligações, envio ou recebimento de SMS e utilização de dados 3G ou 4G.

O que é 4G? Entenda tudo sobre o assunto!

Importante: caso seu celular tenha sido roubado, o correto a se fazer é ir à polícia.

Aprendeu como rastrear um celular? Então divida essa informação com seus amigos! Compartilhe agora este conteúdo nas redes sociais e não deixe seus parentes e amigos serem vítimas do desconhecimento!

Assine a nossa newsletter

Receba as melhores dicas pro seu celular, internet e casa. E mais: conteúdos sobre séries e games


Últimas publicações