Games

7 habilidades que você desenvolve ao jogar videogame

Compartilhar
7 habilidades que você desenvolve ao jogar videogame

7 habilidades que você desenvolve ao jogar videogame

Publicado em 05 de julho de 2018

Não é de hoje que pessoas de diversas idades se divertem com jogos eletrônicos. No entanto, você já imaginou que explorar Hyrule Field pode ajudar a resolver diversos problemas da sua vida real? Pode parecer loucura, mas jogar videogame é uma prática que desenvolve várias habilidades.

Pensando nisso, elaboramos este post para mostrar algumas delas e sua influência em nossos cotidianos. Leia o texto até o fim para saber mais!

Videogames e mercado de trabalho

Os jogos já não são mais vistos como mero entretenimento. Prova disso é a frequente utilização dos videogames no treinamento profissional. A metodologia de gamification já é uma realidade em treinamentos de diversas empresas e mesmo escolas. A ludificação ou gamificação utiliza o uso de técnicas de design de games, bem como as mecânicas e pensamentos orientados a jogos para enriquecer contextos geralmente não relacionados a jogos

De acordo com um estudo da Universidade do Colorado, os games podem aumentar o nível de conhecimento factual (dados, acontecimentos e fatos), bem como daqueles baseados em habilidades específicas ou técnicas. Os pesquisadores compararam nada menos do que 65 estudos baseados em treinamentos de profissionais norte-americanos com o uso do gamification. Segundo os resultados obtidos, eles puderam apontar significativas melhoras na aprendizagem das pessoas que jogavam com frequência.

Videogame e saúde

Atualmente, os jogos eletrônicos são utilizados em processos terapêuticos de reabilitação física. Alguns fisioterapeutas e outros profissionais da saúde até recomendam que seus pacientes joguem, a fim de praticar e realizar movimentos específicos. A prática costuma ser indicada para pacientes em recuperação de fraturas.

Esta matéria, produzida pelo programa Bem Estar, mostra casos interessantes de pacientes que sofreram com algum trauma — seja uma complicação no nascimento, seja uma parada cardíaca ou AVC. Essas pessoas conseguiram melhorar seus respectivos processos de recuperação jogando videogame.

Não se trata, é claro, de um substituto dos métodos mais tradicionais, como a fisioterapia. Apesar disso, jogar pode potencializar a recuperação e fazer com que os resultados cheguem mais rápido.

Habilidades desenvolvidas ao jogar videogame

1. Capacidade de aprendizado

Sim, é isso mesmo: os games ensinam — e muito! Jogar regularmente poderá ajudá-lo a aprender novas coisas com mais facilidade. Como vimos na pesquisa citada no primeiro tópico,  jogos eletrônicos podem trazer ganhos para a retenção de novas informações, fazendo com que os jogadores aprendam mais em menos tempo.

2. Novos idiomas

Sabia que algumas horas de Resident Evil por dia são suficientes para que você aprenda mais inglês?

A lógica, nesse caso, é muito simples. Um jogador, para vencer o jogo e conquistar seus objetivos, precisa entender o enredo, as falas de outros personagens e a utilidade de determinados itens. Jogos de RPG game são uma excelente fonte de prática da língua inglesa e, se você não curte jogos de terror, há muitas outras opções além de Residente Evil, é claro. 😊

Até mesmo jogos sem muitas interações entre personagens, como os de luta, corrida ou futebol, podem auxiliar na aprendizagem de alguns termos em línguas estrangeiras, já que muitos títulos não têm traduções para o português. E, no caso, de games já traduzidos para o mercado nacional, você sempre pode desabilitar essa configuração. Quando você menos esperar, terá acumulado um bom vocabulário e aprendido a pronúncia de várias palavras. Experimente!

3. Coordenação motora

Apertar rapidamente uma sequência de botões não é útil apenas para fugir do game over. Fazendo-o com certa regularidade, você também aprimora sua coordenação motora, deixando-a mais ágil. Quem é fã de games para celular também sai ganhando nesse quesito, já que eles geralmente demandam uma intensa movimentação dos dedos.

É evidente que, se você jogar o dia inteiro, o efeito pode se dar de forma reversa. Em doses equilibradas, no entanto, ele pode ajudar bastante. Seu uso, aliás, é cada vez mais aplicado em tratamentos de reabilitação terapêutica e afins, como demonstrado no segundo tópico deste texto.

Além do quesito celular, existem ainda jogos com movimento corporal. Consoles como PS3, Wii, e Kinect contam com jogos em que você precisa literalmente pular e dançar para conseguir passar de fase, o que também faz com que ganhe pontos no quesito saúde.

4. Criatividade

Uma boa parte dos jogos envolve personagens fantásticos e situações inusitadas. Você, como jogador, precisa entender o que deve ser feito. Mais do que isso: precisa compreender um universo lúdico e cheio de imaginação.

Esse contato com elementos fantasiosos é excelente para a criatividade. Ao lidar com coisas que fogem daquilo que é convencional ou simplesmente comum, você ganha estímulos para pensar fora da caixa e ter ideias inovadoras.

5. Foco

Você já reparou em uma criança entretida com um videogame? Pois saiba que não são só os pequenos que ficam daquele jeito. Adultos também podem ficar completamente imersos na realidade paralela criada pelo jogo.

Trata-se de outra habilidade que repercute muito em nossas vidas profissionais. Quem trabalha com foco é mais produtivo, característica fundamental aos olhos de qualquer gestor de pessoas.

Em entrevista concedida à revista Exame, o diretor de comunicação da ABTB (Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento) ressalta que “nos jogos, as pessoas precisam de um nível de concentração elevado”. Em virtude disso, muitas empresas usam jogos para treinar e capacitar seus funcionários.

Portanto, se você deseja se tornar mais produtivo e impressionar seu chefe, tente jogar mais videogame ao longo da semana.

6. Resolução de problemas

Essa é outra capacidade procurada por recrutadores e pode fazer a diferença em sua carreira. Afinal, resolver problemas de qualquer natureza é uma necessidade recorrente em diversos tipos de trabalho.

A habilidade é obtida por conta das exigências comumente feitas pelos jogos, independentemente do gênero ao qual pertencem (ação, aventura, luta, terror etc.).

Lembre-se: o que configura um jogo é o objetivo a ser atingido, bem como as regras que devem ser respeitadas na busca por essa meta. Sendo assim, os jogadores estão sempre resolvendo problemas em suas jornadas: não importa se esse “problema” é fazer uma bola chegar ao outro lado do campo ou derrotar uma horda de zumbis furiosos.

Aos poucos, quem alia o foco à resolução de problemas se torna uma pessoa capaz de tomar melhores decisões, pois consegue superar as adversidades e se manter concentrada na busca do que é importante.

7. Persistência

Chegar até o chefão ou pegar todas as moedas da fase nem sempre são metas simples. Por isso, quem está acostumado a games se vê na obrigação de superar suas próprias derrotas e persistir até alcançar a vitória.

Jogar videogame é útil – e, sem dúvida, divertido – para muitas coisas, inclusive para a saúde e para a vida profissional. E aí, gostou deste texto? Então aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e marcar seus amigos gamers.

Assine a nossa newsletter

Receba as melhores dicas pro seu celular, internet e casa. E mais: conteúdos sobre séries e games


Últimas publicações